Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

A expressão dramática

 

 

A EXPRESSÃO DRAMÁTICA.

 

 

"É um corpo que as crianças exploram, aprendem e reagem aos estimulos do meio envolvente"

 

  

A expressão dramática é definida “por uma dupla necessidade: expressão e comunicação, uma vez que, há expressão dramática sempre que alguém se exprime pelo gesto e/ ou pela palavra, para os outros com prazer. É um jogo que não esta subordinado ao texto nem a cenários, mas sim um jogo, em que o texto é substituído pela palavra improvisada, ou estabelecida através de um guião, em que o cenário é substituído pela sala de aulas.”

Quando nos referirmos à Expressão Dramática, temos que assegurar que esta área de expressão não pode ser confundida com teatro, na medida em que o jogo dramático não parte de um texto que traduz uma acção dramática, evolutiva, através de situações a serem vividas pelas personagens.

O jogo dramático que pode ser realizado através de jogos de apresentação, jogos de sensações, jogos de pantomima, jogos narrativos, jogos de sons, jogos com máscaras, jogos com disfarces e muitos outros, é um exercício da criança e para a própria criança que parte de uma acção e não de um texto que embaraça a criança.

Para uma melhor compreensão do que anteriormente foi referido, passo a transcrever algumas palavras de Marie Dienesch, citado no livro, “A criança e a expressão dramática”, (p. 24) “Partindo de uma acção e não de um texto, a criança não corre o risco de cair nesta confusão fundamental: as palavras já não tomam para dela o lugar da acção, pois esta é apreendida antes da utilização de qualquer forma verbal. Além disso, levada a criar o seu próprio texto, quando se chega ao momento em que as palavras satisfazem uma necessidade interior, e só então ela experimenta a verdadeira natureza da linguagem dramática, em que todo o que possa ser indicado por um meio diferente da palavra não deve ser dito, e em que a palavra assume o seu valor insubstituível e soberano, afim de ser uma evolução interior já contida na vida física do actor.”

 Neste sentido, e segundo os autores Golton, Robert, e Clero Claude podemos afirmar que “a expressão dramática é um jogo visual ou/e auditivo onde a criança durante a improvisação, intervêm com o corpo e/ou com a palavra, com a sua timidez e a sua sensibilidade, com as suas recordações e os seus sonhos. Actua só ou com outras crianças, fala-lhes ou responde-lhes, adere ao real ao foge-lhe, ou seja, é um jogo que não tem como objectivo ganhar o colega mas sim encorajar o envolvimento e cooperação em grupo” isto, através de uma forma dinâmica de entretenimento, em que se confere expressão dramática aquilo que se imagina. Sendo um meio através do qual a criança pode, de uma forma criativa, dar livre curso as suas ideias, desenvolvendo as mesmas e os conflitos das situações ocorrentes segundo a sua própria experiência.

 

 

 

 

publicado por letirodrigues às 14:50

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Tendai Pedro a 2 de Abril de 2014 às 17:35
Apenas Para Parabenizar

Comentar post

.Mensagem!


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O jogo como função educat...

. O jogo como função educat...

. O que é o jogo dramático...

. O jogo dramático na escol...

. O jogo dramático no desen...

. O Jogo dramática na vida ...

. A expressão dramática

.arquivos

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Utilizadores Online

online

.Tradutor

.Visitas

.Relógio


More Goodies @ NackVision

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds